Relatório Scaleup Portugal: Casafari lidera o TOP 25 das melhores startups

Escritórios de Lisboa da Casafari
Foto: Casafari

A BGI e o EIT Digital lançam a 6.ª edição do Scaleup Portugal, o relatório que realiza uma micro análise objetiva das 25 startups e scaleups tecnológicas mais promissoras de 2022, originadas em Portugal.

Durante os seus cinco primeiros anos de atividade, estas empresas destacaram-se pela angariação de grandes rondas de financiamento, pela obtenção de receitas e pela geração de impacto através da criação de postos de trabalho. Este ano, à semelhança do ano passado, a Casafari lidera o TOP 25 das melhores startups.

Ainda nos cinco primeiros lugares da lista, encontram-se a Critical Techworks (2º lugar) , a Advertio (3º lugar), a Kenbi (4º lugar), e a Utrust (5º lugar). O ranking completo consta da edição de 2022 do relatório Scaleup Portugal, realizado pela BGI, com o apoio do patrocinador EIT Digital e do parceiro de dados Informa D&B.

Entre os principais destaques da nova edição do relatório está o financiamento, com o TOP 25 das startups e scaleups a arrecadaram coletivamente 264.367.937€ entre 2017 e 2021. O capital angariado por cada startup/scaleup do TOP 25 é vinte vezes (20x) maior do que o capital médio angariado pelas startups portuguesas.

O dinheiro angariado pelas empresas do TOP 25 continua a ter origem estrangeira e vem principalmente da Suíça (54%) e dos EUA (22%). Os investidores portugueses (35%) representaram a maior parcela dos investidores que investiram no TOP 25.

Já na lista de Menções Honrosas – ou seja empresas fundadas há mais de cinco anos e que por essa razão ficaram fora do TOP 25 – o financiamento angariado ultrapassou os 466 milhões de euros. A lista inclui ainda um unicórnio: Sword Health.

Por categorias, a Critical Techworks ocupou o 1º lugar na categoria “ICT”; a Casafari na categoria “Consumer & Web”, a Neroes na categoria “MedTech and Health IT” e Fusion Fuel na categoria “Cleantech and Industry 4.0”. “ICT” e “Consumer & Web” são as categorias que mais geram receitas.

O relatório Scaleup Portugal foi lançado pela primeira vez em 2017, com o objetivo de dar visibilidade ao ecossistema português de empreendedorismo e de fornecer aos seus membros uma ferramenta valiosa para as suas tomadas de decisões. Ao longo dos anos, o Scaleup Portugal tornou-se uma referência e um cartão-de-visita para investidores internacionais que veem em Portugal uma oportunidade para investir.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

five × two =