Seguradoras Podem Obter Mais 50 Mil Milhões de Dólares Anualmente com a Adoção da IA Generativa

Imagem de Mohamed Hassan do Pixabay

Segundo o relatório da Bain & Company, “It’s for Real: Generative AI Takes Hold in Insurance Distribution“, a adoção em larga escala da IA generativa pelas seguradoras em todo o mundo pode resultar num aumento das receitas de até 20% e uma redução dos custos de até 15%. Isso pode gerar mais de 50 mil milhões de dólares anualmente em benefícios económicos para as empresas do setor.

Francisco Montenegro, sócio da Bain & Company, destaca que os benefícios da IA generativa para as seguradoras incluem o aumento da produtividade, das vendas devido a um aconselhamento digital mais eficaz e uma melhor identificação e enfoque dos riscos. No entanto, ressalta que, “como acontece com qualquer tecnologia emergente, também surgem riscos, e as seguradoras devem adotar estratégias de IA responsáveis para geri-los.”

A implementação da IA generativa irá contribuir para aumentar a produtividade dos Agentes. A tecnologia ajudará a reduzir as interações de baixo valor e providenciando treino para interações mais eficazes. Também o serviço ao Cliente e Suporte de Vendas ampliará a disponibilidade dos agentes e ajudará os clientes a comparar produtos e fazer compras digitais.

A hiperpersonalização em escala é outra vantagem, permitindo a criação de conteúdos, conversas e ofertas personalizados às necessidades individuais dos clientes. Por fim a combinação de dados não estruturados com dados estruturados produzirá novos conhecimentos e perspetivas, auxiliando na identificação de riscos e fornecendo valiosos insights de suporte à gestão.

Além dos benefícios, a análise da Bain & Company identifica também áreas de risco emergentes, como a “alucinação digital”, proveniência dos dados, desinformação, toxicidade e propriedade intelectual, vertentes que necessitam de ser avaliadas em todo o processo de decisão na implementação da IA.

A Bain & Company incentiva as companhias de seguros a tomar várias medidas críticas para se adaptarem à IA generativa, incluindo o alinhamento entre unidades de negócio, definição do que deve ser construído internamente ou adquirido de fornecedores, garantindo equipas multifuncionais e arquiteturas de modelos operacionais adaptáveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

3 × one =