Sensei levanta 5,4 milhões de euros para criar lojas autónomas do futuro

Foto: Sensei

A startup portuguesa que criou a tecnologia para lojas de retalho totalmente autónomas fechou a maior ronda de financiamento em fase Seed alguma vez conseguida em Portugal. O investimento é liderado pela Seaya Ventures e pela Iberis Capital e visa acelerar o crescimento da equipa e a expansão global.

A Sensei, startup portuguesa que criou a tecnologia que possibilita que lojas físicas se tornem autónomas, permitindo aos consumidores fazer compras sem scan, pagamentos físicos ou caixas de checkout, acaba de anunciar uma ronda de financiamento Seed no montante de 5,4 milhões de euros. O financiamento foi liderado pela Seaya Ventures e pela Iberis Capital, e contou com a participação do 200M, fundo gerido pelo Banco Português de Fomento, e do atual investidor LeadX Capital.

Além de ser a maior ronda de financiamento na fase Seed, realizada até agora por uma empresa portuguesa, é ainda a maior ronda Seed levantada na Europa por uma empresa graduada da aceleradora Techstars, de acordo com dados da plataforma Crunchbase. O montante total angariado pela Sensei, considerando rondas anteriores, chega assim aos 6 milhões de euros. A Sensei é, igualmente, o primeiro fornecedor europeu de tecnologia para o retalho autónomo a conseguir financiamento de capital de risco.

“Estamos entusiasmados com este crescimento e com a confiança que investidores novos e existentes depositaram em nós. Temos a ambição de mudar para melhor a forma como fazemos compras, e vamos usar este financiamento para expandir a plataforma do Sensei e a experiência de compra suportada por Inteligência Artificial para todos”, afirma Vasco Portugal, CEO e Cofundador da Sensei.

Preparar o retalho para o futuro

Estes fundos serão utilizados no desenvolvimento de produto, bem como na implementação de novas lojas autónomas dando resposta à crescente procura por parte de clientes, e para consolidar a liderança de mercado na Europa. A empresa pretende, ainda, duplicar a equipa que, à data, já conta com cerca de 30 pessoas.

 “A tecnologia da Sensei permite que os retalhistas tradicionais compitam ao mesmo nível com gigantes digitais como a Amazon. O nosso objetivo é melhorar fundamentalmente a experiência de compra em loja, convertendo-a numa experiência mais agradável e conveniente, erradicando os problemas crónicos do retalho, nomeadamente o tempo perdido em filas para pagar, e devolver aos clientes o controlo do seu tempo”, sublinha Vasco Portugal.

Através desta tecnologia é possível automatizar as lojas físicas, utilizando um sistema de câmaras, sensores e algoritmos de Inteligência Artificial (IA) para eliminar a frustração associada às filas de espera. Desta forma a necessidade de scanning dos produtos é eliminada e os pagamentos e recibos são processados de forma automática e digital, após a saída de loja com as compras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

ten + eighteen =