Startup social portuguesa entre as finalistas da Chivas Venture

Speak compete na Chivas Venture
Foto: website Speak

O SPEAK, uma startup social que liga comunidades migrantes e locais residindo na mesma cidade, está a representar Portugal na final internacional da Chivas Venture, em Amesterdão. Se vencer esta competição, o SPEAK receberá um investimento de 50 mil dólares, o que vai permitir expandir a sua atividade de 17 para 22 cidades na Europa, ajudando assim mais de 20 mil pessoas só em 2020.

Para ganhar, as startups concorrentes ao Chivas Venture, precisam de obter o maior número de votos recolhidos através da plataforma online. No caso do SPEAK a página é https://bitly.com/VoteSpeak

Já foram várias a personalidades que se juntaram a este movimento, apelando não só ao voto como também consciencializando para a importância do tema de integração de migrantes e refugiados na sociedade. Entre elas estão: Inês Folque, Fernando Alvim, Diogo Ganchinho, Catarina Furtado, Cuca Roseta, Mariana Monteiro, Diana Nicolau, Miguel Nunes e Filipa Galrão.

“É a diferença entre estar em 7 países ou em 12 já em 2020. E ganhamos todos. É ótimo ver o país com orgulho por estar a ser representado por um projeto sobre diversidade, de comunidade, que coloca a pessoa no centro da solução”, reforça Hugo Menino Aguiar, co-founder do Speak.

O SPEAK é um projeto centrado em comunidades que liga migrantes, refugiados e locais a viver na mesma cidade, através de um conceito de aprendizagem inovador onde se quebram barreiras e se criam redes de suporte informais entre os participantes, de 157 nacionalidades diferentes. 

A startup está presente em 17 cidades em 7 países diferentes – Alemanha, Bélgica, Espanha, Holanda, Itália, Portugal e Reino Unido. Qualquer pessoa se pode inscrever para aprender e/ou ensinar, bastando para isso aceder em www.speak.social

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

thirteen − ten =