Startups da Casa do Impacto participam no Mobile World Congress

Foto de website MWC

A Casa do Impacto, o hub de empreendedorismo social e ambiental da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, vai participar no maior evento do mundo para a indústria da conectividade. O Mobile World Congress atrai a Barcelona empresas e investidores da indústria das comunicações móveis.

A convite do parceiro espanhol Social Nest Foundation, a Casa do Impacto vai juntar-se a empresas líderes mundiais para partilhar conhecimento sobre o futuro do setor móvel e tecnológico, juntamente com cinco startups de impacto social, ambiental e financeiro, que estão incubadas no hub da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa: a GoParity, <Academia de Código_>, Clynx, Actif e Nevaro. As cinco startups vão aprticipar no evento satélite 4YFN – Four Years From Now.

Para Inês Sequeira, Diretora da Casa do Impacto, “esta é uma boa ocasião para se mostrar o bom trabalho desenvolvido pelo ecossistema de impacto português, de dar a oportunidade à nossa comunidade de startups de escalarem para outros mercados e estabelecerem parcerias internacionais”. O objetivo é trazer visibilidade para os temas da responsabilidade social e impacto ambiental, numa indústria nem sempre alinhada com estas ambições, através de pitchs e participação em debates.

A Casa do Impacto integra um grupo de mais de 1500 expositores e 165 nacionalidades, como operadoras móveis, fabricantes de dispositivos, tech providers, fornecedores e proprietários de conteúdo. O head of communications, Nuno Comando e a diretora da Casa do Impacto, Inês Sequeira, juntam-se a mais de mil oradores para dar a conhecer a atividade atual e futura do hub, bem como participar em debates sobre temas emergentes da tecnologia.

O Mobile World Congress (MWC 2022) decorre de 28 de fevereiro a 3 de março e tem por tema Discover Connectivity Unleashed, visando a exploração das tecnologias inovadoras que vão moldar a indústria. Dentro do tema, os tópicos discutidos são a CloudNet, o 5G Connect, a Internet de Tudo, Fintech, o Horizonte Tecnológico e a Inteligência Artificial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

thirteen + three =