Principais termos de contabilidade que os empreendedores precisam saber

Calculadora
Imagem de fancycrave1 por Pixabay

Muitos empresários acreditam que ao contratar serviços contábeis não precisarão se preocupar com mais nada que seja relativo à área.

Entretanto, a contabilidade atua diretamente com questões financeiras do negócio, o que faz com que seja muito importante para empreendedores participar do processo e trabalhar em conjunto com contadores.

Pensando nisso, apresentamos aqui os principais termos contábeis que você precisa saber. Confira!

Balanço Patrimonial

Se você atua no meio empresarial, em algum momento já ouviu ou vai ouvir falar sobre Balanço Patrimonial. Mas, do que isso se trata?

Bem, o Balanço Patrimonial auxilia o entendimento da movimentação financeira do negócio, já que nele constam os bens adquiridos, os pagamentos realizados, as obrigações tributárias, entre outras informações que evidenciam a posição financeira e patrimonial da empresa em determinado período.

De maneira geral, ele é composto por:

  • Ativos;
  • Passivos;
  • Património Líquido.

Custos fixos e variáveis

Entre os principais termos contábeis estão os custos. Em suma, eles são classificados segundo a finalidade do uso do capital: quando se trata do volume de produção, por exemplo, a classificação se divide em custos fixos e custos variáveis.

Vamos entender o porquê?

Independentemente do volume da produção, os custos fixos continuam os mesmos, sem que seus valores sejam afetados. Veja exemplos:

  • aluguel do estabelecimento;
  • aluguel de máquinas e equipamentos diversos;
  • salários dos colaboradores que atuam no setor administrativo;
  • salários de vigilantes.

Já os custos variáveis dependem diretamente do volume de produção, pois são relacionados a ela, veja:

  • insumos (água, energia elétrica, horas de trabalho etc.);
  • comissões a cada venda efetivada;
  • matérias-primas para a fabricação de produtos.

Fluxo de Caixa

O acompanhamento do Fluxo de Caixa é algo que deve ser colocado em prática por todos os empreendedores, sem distinção. Um software de gestão empresarial, aliás, se mostra muito útil nessa tarefa.

Ele serve para monitorar as movimentações financeiras da empresa em determinado período, ou seja, todas as entradas e saídas de dinheiro. Isso auxilia na tomada de decisões, no conhecimento dos números do negócio e no descobrimento de gargalos que afetam a área financeira, como gastos recorrentes e desnecessários.

Além disso, o acompanhamento do Fluxo de Caixa permite que o gestor faça projeções financeiras para os próximos meses, assim possibilitando que os investimentos não prejudiquem as finanças.

Ativo e Passivo

De modo geral, o ativo abrange todos os bens da empresa — como imóveis e automóveis —, aplicações, direitos e qualquer valor financeiro que a empresa tenha em conta ou para receber.

O passivo, por sua vez, representa os valores relacionados às obrigações para com terceiros, como quantias a serem pagas aos fornecedores, por exemplo.

Ambos os termos, como já vimos, fazem parte da composição do Balanço Patrimonial, daí a importância de serem compreendidos isoladamente.

Regime Tributário

Muitos empreendedores sequer entendem o que é Regime Tributário, apenas se comprometem a pagar os impostos devidos todo mês sem entender de fato como funciona o sistema de cobrança.

No geral, o Regime Tributário se trata de um conjunto de leis que regulamenta como a pessoa jurídica será tributada. Ao escolher o regime mais adequado, o empreendedor consegue reduzir despesas e pagar menos tributos.

Veja os tipos de regime:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Real;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Arbitrado (regime especial, utilizado apenas em alguns casos).

Demonstração de Resultado de Exercício (DRE)

A Demonstração de Resultado de Exercício mostra resumidamente os resultados das operações financeiras de determinado período (geralmente, de um ano). Seguindo a legislação, na DRE as empresas devem discriminar, entre outros:

  • receita bruta e receita líquida de vendas e serviços;
  • abatimentos e impostos;
  • custo de mercadorias e de serviços e o lucro bruto;
  • despesas de vendas, administrativas e operacionais;
  • lucro ou prejuízo operacional e líquido;
  • receitas e despesas em geral.

Percebe como os termos acima podem auxiliar tanto o seu trabalho como gestor quanto o seu entendimento sobre as obrigações contábeis?

Acompanhar o Fluxo de Caixa, por exemplo, pode lhe mostrar o porquê da situação atual do seu negócio e o preparar para tomar decisões futuras mais concretas, se baseando nas próprias movimentações financeiras da empresa.

Enfim, vimos aqui os principais termos contábeis que empreendedores precisam saber. Além de conhecê-los, também é importante adotar medidas para otimizar o seu trabalho e o da contabilidade para que vocês trabalhem de maneira conjunta visando a saúde financeira do negócio. E você, empresário, já conhece a integração contábil?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

16 + 3 =