Três startups portuguesas competem nos Tech Rocketship Awards

Foto de Tom Chen no Unsplash

Estão selecionadas as três empresas portuguesas que vão competir por uma oportunidade de internacionalização e expansão para o Reino Unido, no âmbito do Tech Rocketship Awards, um programa destinado a impulsionar a expansão global de scale-ups de base tecnológica com soluções inovadoras, promovido pelo governo britânico.

Das 35 candidaturas recebidas, foram escolhidas para representar Portugal na próxima ronda a Ydata, a Abyssal e a Velocidi. A Ydata desenvolve uma solução de software automatizada que cria dados sintéticos inteligentes utilizáveis e compartilháveis, garantindo a privacidade dos utilizadores e que as empresas estão em conformidade com a regulamentação; já a Abyssal fornece ferramentas de visualização, simulação e digitalização 3D em tempo real para operações submarinas; por fim, a Velocidi desenvolve soluções tecnológicas para e-commerce de gestão de dados de consumidores e de publicidade digital, para serem aplicados a campanhas de marketing digital.

As três finalistas foram anunciadas hoje na Web Summit, no âmbito da participação do Reino Unido com o evento “UK Tech Rocketship: Looking for Europe’s best scale-ups”, dinamizado pela Embaixada Britânica em Lisboa.

A ronda portuguesa de seleção das finalistas decorreu na última semana de novembro, contando com a participação de um painel de jurados, composto por Jude Ower, CEO e Fundadora da Playmob, Carlos Silva, Partner da Faber e Fundador da Seedrs Luís Neves, Presidente do Porto Tech Hub, e Miguel Matias, Business Angel e CEO da SelfEnergy.

Para Paulo Cunha, CEO da Velocidi, “O Reino Unido é um mercado chave para o futuro da empresa e a visibilidade que o Tech Rocketship Awards nos dá não é quantificável numa perspetiva reputacional”.

Já Rafael Simão, cofundador e CEO da Abyssal, partilha que a equipa “está muito entusiasmada por passar à próxima fase dos Tech Rocketship Awards, pois o Reino Unido tem uma liderança em inovação histórica na indústria da economia azul e é muito bom estarmos em contacto com este tipo de empresas desde o início. É uma honra termos sido selecionados entre um grupo tão impressionante de empresas e, mesmo que não sejamos os selecionados da próxima fase, o mercado do Reino Unido estará definitivamente no nosso plano de negócios para os próximos meses”.

Esta iniciativa promovida pelo Department for International Trade destina-se a atrair investimento estrangeiro para o Reino Unido, apoiando empresas inovadoras e com potencial de escalabilidade. A grande final está marcada para março de 2021, em Londres, e às empresas vencedoras ganharão um pacote de mentoria e aconselhamento com os melhores especialistas da área, apoio a nível contabilístico e jurídico, acesso à London Tech Week, o maior evento do setor tecnológico do Reino Unido, e ainda acesso a um programa de desenvolvimento de negócio personalizado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

16 + seven =