Ukio chega a Portugal após financiamento de 9 milhões de dólares

Foto: Ukio

A proptech espanhola investirá 2 milhões de dólares no país e espera formar uma equipa de 15 pessoas até ao final de 2021. A empresa aumentou a sua carteira de 100 apartamentos em Barcelona e Madrid, mantendo uma ocupação de 99% em 2021

A Ukio, startup de tecnologia imobiliária com sede em Barcelona, fundada pelos irmãos Stanley e Jeremy Fourteau em 2020, angariou mais de 9 milhões de dólares em financiamento para fomentar os planos de expansão da empresa por toda a Europa, sendo Portugal o primeiro mercado fora de Espanha.

A operação de financiamento foi liderada pela Breega, com participação da Heartcore e Partech e com apoio adicional dos business angels Iñaki Berenguer, Fundador da Coverwallet, e Avi Meir, Fundador da Travelperk. Parte desse financiamento será investido em Portugal, onde a Ukio planeia formar uma equipa de 15 pessoas até ao final do ano, nas áreas de design, distribuição, financiamento e operações.

A Ukio fornece apartamentos mobilados, para estadias mensais, orientados para nómadas digitais e disponibilizando um padrão de qualidade comum a todos os mercados, a par de uma simplificação do processo burocrático e uma experiência de utilizador totalmente digital.

“Temos assistido a um aumento da procura em Portugal por este tipo de solução – um alojamento capaz de suportar uma estadia de meio a longo prazo que parece que estamos em casa. A pandemia só veio a aumentar esta procura, devido à criação de escritórios em casa e ambientes de trabalho remotos. As pessoas estavam à procura de novos lugares para ficar por períodos de tempo mais longos que pudessem acomodar todas as suas necessidades”, explica Stanley Fourteau, CEO e Cofundador. 

A mudança de mentalidades dos consumidores e a adoção do trabalho à distância geraram um desejo crescente de soluções de vida flexíveis a nível global. Esta procura tornou-se ainda mais relevante hoje em dia, à medida que a força de trabalho global se torna mais móvel. Até 2022, 32% de todos os empregados a nível mundial serão remotos, prevendo-se que esta tendência se mantenha nos próximos anos. Esta nova forma de trabalhar está a redefinir a mobilidade, dando às pessoas liberdade e flexibilidade para viverem onde quiserem, quando quiserem.

Apesar das fortes quebras no mercado de arrendamento, a Ukio cresceu, criando uma carteira de 100 apartamentos em Barcelona e Madrid e mantendo uma ocupação de 95% em 2021. No final do próximo ano, a Ukio planeia gerir 700 apartamentos em seis capitais europeias e desenvolver ainda mais a sua tecnologia end-to-end, bem como o seu sistema operacional interno único para apoiar a sua expansão europeia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

19 − 5 =