As tendências do Ecommerce que todo empreendedor deve conhecer

Dicas para comércio virtual
Foto de Roberto Cortese / Unsplash.com

O Ecommerce, ou o comércio virtual em português, é uma das formas mais utilizadas para desenvolver uma empresa atualmente. Mesmo no caso das empresas já estabelecidas, no século XXI é inconcebível um comércio que não ofereça aos seus clientes a opção de compra online dos seus produtos.

Em torno desta realidade, é fundamental conhecer as melhores práticas para desenvolver um comércio virtual eficiente e ajustado às necessidades dos nossos clientes. É por isso que neste artigo vamos falar sobre as tendências mais eficazes para desenvolver uma loja online que atenda às expectativas dos nossos clientes e capte a atenção de novos consumidores.

Tendências sobre o ecommerce

Não é segredo para ninguém que o avanço das tecnologias e os eventos motivados pelo Covid-19, além de outros grandes movimentos ocorridos em todo o mundo, vêm mudando a forma como certas transações são realizadas, principalmente no que diz respeito as formas de aquisição de bens.

Um aspeto que chama a atenção é a mudança no comportamento do consumidor. Embora as compras virtuais estejam se desenvolvendo há algumas décadas, hoje a necessidade dos clientes por compras online é um aspeto que não pode ser ignorado.

Foto: PickaWood: gf8e6XvG_3E/ Unsplash.com

Por isso, é surpreendente como muitos estabelecimentos ainda não estão familiarizados com a transformação digital, já que essas mudanças na sociedade obrigaram as empresas a incorporar diversas metodologias para manter a sua participação ativa no mercado e uma das mais importantes é o comércio virtual.

A seguir, apresentamos algumas das tendências mais marcantes sobre o comércio virtual que podem ser uma grande ajuda para manter o seu negócio a funcionar.

Estratégias baseadas em múltiplas plataformas

Os consumidores de hoje desejam adquirir os seus produtos com rapidez, segurança e, geralmente, no conforto da sua casa através de compras online. No entanto, a preferência pela forma de compra online não se limita a uma página da web, muitos utilizadores se sentem muito mais confortáveis ao comprar produtos de plataformas que lhes são familiares, principalmente quando se trata de marcas pouco conhecidas.

Foto: ChristianWiedgier: rymh7EZPqRs / Unsplash.com

Uma excelente maneira de gerir uma estratégia multicanal para empreendimentos de comércio virtual é a expandir a exposição da sua mercadoria através de mercados. Isso permitirá que alcance um objetivo maior e fará com que o utilizador sinta que consegue decidir qual a forma confortável e adequada de adquirir os seus produtos. Alguns dos mercados mais reconhecidos são: Ebay e Amazon.

Social commerce

As redes sociais, além de poderosas ferramentas de publicidade, podem se tornar um canal adicional para efetivar uma venda. O consumidor atual gosta de poder se envolver com a marca e ter controle sobre o que compra, uma das formas de agradar o utilizador nesse sentido é oferecer-lhe uma variedade de opções para escolher a mais conveniente.

Foto: Doble777: EQSPI11rf68 / Unsplash.com

Embora as redes sociais não representem a plataforma onde serão realizadas todas as suas vendas, podem ser pontos decisivos para concretizar a transação de compra com alguns dos clientes. No Instagram  é possível implementar o Instagram Shopping e no Facebook, o Facebook Shop, o que pode aumentar o retorno do investimento no seu comércio virtual.

Realidade virtual e realidade aumentada

Através da loja online pode tornar-se mais complicado para o utilizador viver uma experiência memorável e as recordações que este tipo de experiência gera é o que pode marcar a diferença de um cliente continuar a escolher a nossa marca em comparação  das outras.

Uma das formas mais inovadoras de otimizar a experiência do utilizador é a utilização de estratégias de inteligência artificial como realidade virtual e realidade aumentada. Isso pode fazer com que o cliente, ao ingressar no comércio online, tenha uma melhor experiência de compra, garantindo que o produto seja exatamente o que procura.

Foto: Roomy.com

Um exemplo dos setores que melhor definiu o uso dessas estratégias são as imobiliárias, que utilizam a realidade aumentada para que os clientes possam recorrer pelas casas e vivenciar a experiência como se estivessem presentes. Como no caso anterior, existem algumas aplicações de loja de mobiliário que permitem ao utilizador localizar o produto através da realidade aumentada no local da sua casa a que se destina. Isto permite ao cliente certificar-se de que esta peça de mobiliário é a que melhor se adapta ao seu espaço, criando assim tranquilidade e satisfação na hora da compra.

São estratégias que valem muito a pena para o comércio virtual, permitem que o utilizador tenha a sensação de proximidade do produto que deseja comprar, o que pode ajudá-lo a realizar muitas compras. Esse ponto tem muito a ver com o comércio visual, pois as novas gerações não se contentam com fotos e descrições genéricas para decidir sobre um produto, elas precisam de alguma interação, tanto do uso de realidade aumentada e de vídeos, quanto do conteúdo criado por prosumers são estratégias excelentes para otimizar o seu  ecommerce.

Diversificação nos métodos de pagamento

As criptomoedas ganham espaço nas transações do último ano e cada vez mais pessoas estão a adquirir esse tipo de método para manter as suas poupanças. Portanto, permitir criptomoedas como método de pagamento para compras online pode aumentar o número de clientes do seu e-commerce.

Foto: PierreBothiry: HqoBzN0ICMQ / Unsplash.com

Preços dinâmicos

Um ponto que pode ser decisivo nas compras online é o preço. Dada a dinâmica dos comércios eletrónicos, é muito fácil ter comparações instantâneas sobre o preço de um determinado produto, e em muitos casos o cliente decide escolher a loja que tem o preço mais conveniente para ele.

Os softwares de preços dinâmicos, fazem com que os ecommerce melhorem a sua competitividade no mercado, já que fazem comparações em tempo real dos preços praticados pela concorrência e permitem que o valor dos produtos sejam ajustados de acordo. Devido a isso, é possível conseguir um comércio virtual mais lucrativo para o utilizador.

Compras através de comandos de voz

Os assistentes por comando de voz estão cada vez mais populares na sociedade, já que são amigáveis ​​para as pessoas de qualquer idade. Portanto, ter a otimização de SEO preparada para procuras por comando de voz pode aumentar as vendas do seu negócio.

Fonte: Daria Nepriakhina: _XR5rkprHQU/ Unsplash.com

Conclusão

É importante observar que a tendência mais importante para o comércio virtual de todas, é o foco no cliente e em tornar a experiência do utilizador o mais confortável e memorável possível.

Proporcionar aos consumidores várias opções para poderem personalizar ao máximo a sua experiência pode melhorar as conversões do nosso negócio. Por isso recomendamos que considere as estratégias que vimos a explicar ao longo do artigo, pois elas o ajudarão a otimizar o seu site e alcançar novos consumidores para que a sua marca continue em expansão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

19 − eighteen =