BIP BIP: “Ganhámos Foco e Velocidade no Acredita Portugal”

Foto: Pedro Pepe Dias e João Martins / BIP BIP

A BIP BIP é uma plataforma digital inovadora na área dos transportes de mercadorias que se foca em resolver um dos maiores problemas nesta actividade: a optimização dos espaços vazios dos camiões em circulação, oferecendo soluções imediatas e competitivas a quem necessita de transportar bens e contribuindo também para a redução da pegada ecológica.

Criada por Pedro Pepe Dias e João Martins, dois amigos que já se conheciam de longa data, e porque trabalhavam no setor, tinham experiência nas questões operacionais de transportes e contratação, acabando por identificar o problema que o seu projeto propõe resolver. A ideia surgiu, assim, pela dificuldade, detetada pelos fundadores, em conseguir obter soluções no Mercado a preços competitivos, tanto na exportação como na importação.

“Com o conhecimento que acumulámos ao longo de vários anos de experiência, concluímos que o método de contratação e as ferramentas utilizadas continuam a ser as mesmas de sempre: o telefone e o email. Esta forma ‘arcaica’ de trabalhar deixou-nos sempre inquietos e inconformados. Discutimos soluções e acabámos por propor uma mudança das ferramentas na contratação de serviços de transportes de mercadorias, digitalizando a mesma”, recorda Pepe Dias.

Com esta plataforma os fundadores da BIP BIP pretendem simplificar a relação entre transportador e cliente, facilitando o processo de contratação de serviços de transporte e tornando a procura mais rápida e eficaz. Desta forma, o cliente tem acesso a uma plataforma que disponibiliza uma maior rede de contactos e uma mais ampla oferta de disponibilidade, com a consequente redução do preço dos fretes contratados. Paralelamente, os operadores de transporte conseguem otimizar os espaços vazios nos camiões em circulação, reduzindo as ineficiências e aumentando os lucros para os transportadores.

O conceito valeu-lhes o prémio “Brisa Mobilidade”, na edição de 2020 do Concurso Montepio Acredita Portugal, e a experiência foi “bastante positiva e enriquecedora. Ajudou-nos, não só a crescer enquanto empreendedores, mas também no sentido de mitigar os riscos inerentes a qualquer projecto numa fase embrionária” explica João Martins. “Sendo o maior concurso a nível nacional e com a notoriedade do mesmo, considerámos que a participação iria trazer-nos um valor acrescentado muito positivo”, sublinha.

O prémio deu-lhes motivação e confiança para continuarem a desenvolver o projecto e acesso a oportunidades de potenciais parcerias, mas foi em “todo o processo de mentoria e o apoio dado por toda a equipa do Acredita no programa de aceleração” que encontraram a maior vantagem para o seu projeto. “Ganhamos foco, velocidade e aprendizagem”, frisa Pepe Dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

2 × one =