Como começar e manter um modelo de negócios sustentável?

Imagem de Mehrunissa por Pixabay

O movimento crescente contra produtos de plástico e consumo irresponsável é apenas um dos sinais de que a sustentabilidade está a tornar-se cada vez mais importante para os consumidores. Mas o que isso significa para o seu negócio e como pode criar – ou mudar para – um modelo de negócios sustentável?

Existem várias maneiras de abordar a questão da sustentabilidade, mas a mais simples, que pode unir todas as partes interessadas, é a seguinte: as empresas bondosas atraem mais clientes. Use a sua sustentabilidade como um ponto de diferenciação.

Além disso, tenha em atenção que quanto mais a sua empresa crescer, maior será o seu impacto no mundo e nas pessoas ao seu redor – e é melhor começar de maneira sustentável do que fazer a troca daqui a 10 anos ou quando as partes interessadas começarem a reprimir práticas comerciais irracionais.

Planeie a utilização de recursos

Faça uma lista das matérias-primas necessárias. Dependendo do tipo de negócio que deseja começar, esta lista irá variar drasticamente. As empresas de SaaS (Software as a Service), por exemplo, não irão precisar dos recursos que uma marca de roupas irá precisar.

Pense onde os seus materiais podem ser adquiridos. Quem os produz ou como estes estão a ser obtidos? Como estes estão a ser vendidos?

Considere e reflita sobre a origem dos seus recursos e como estes estão a ser transportados. Até onde eles precisam de viajar para chegar ao seu armazém? Como pode reduzir os gastos de combustível? Quais são os recursos mais arriscados da sua lista e como pode aumentar a produtividade deles e, ao mesmo tempo, diminuir a sua dependência deles?

Considere formas alternativas da propriedade da sua empresa

O modelo de negócios tradicional “top-down” pode criar diferenças salariais irracionais entre os que estão nos “degraus mais altos” da escada (o CEO, fundadores, gerentes, entre outros) e os que estão mais baixos (os colaboradores com o trabalho de criar as matérias-primas, por exemplo).

A inclusão de todos os colaboradores nos objetivos de sustentabilidade da sua empresa pode ajudar a manter os seus negócios no trajeto correto. Um possível exemplo é dar a oportunidade àqueles que normalmente estão em desvantagem para exprimirem a sua opinião e verem-na a ter impacto na sua empresa.

Envolva os seus clientes

A sua dedicação quanto à sustentabilidade pode resultar em preços mais altos para os seus clientes. Não há nada de errado nisso. Informe os seus clientes porque é que eles estão a pagar mais pelos seus produtos numa publicação atraente no Facebook por exemplo, numa série de publicações ou numa página dedicada à história da marca.

Incluir os seus clientes nas decisões é uma maneira de ir ao encontro destes e dar-lhes mais poder sobre o seu dinheiro. Por exemplo, se a sua empresa é do ramo alimentar, saiba que os portugueses estão dispostos a pagar mais por alimentos de boa qualidade. Da mesma forma, os portugueses também estão dispostos a pagar mais por produtos inovadores, por isso, aposte na diferenciação – irá certamente ver o retorno do seu investimento.

Outra possibilidade para envolver os seus clientes é oferecer uma percentagem da receita a uma determinada instituição de caridade ou organização. Os clientes que amam e acreditam no seu produto, tendencialmente irão aderir a estas iniciativas, aumentando as receitas e ao, mesmo tempo, consegue fidelizá-los por acreditarem nos valores da sua empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

12 + fifteen =