Como impulsionar produtos de software rumo ao sucesso global?

Foto de Creative Art em Freepik

João San-Bento Pontes, International Software Consultant na Quidgest, destaca, para os leitores do Empreendedor, as estratégias das empresas de software para promoverem os seus produtos e serviços, num mercado em constante evolução e fortemente competitivo. Essas estratégias visam ampliar o reconhecimento e a adoção de soluções inovadoras, seguindo a tendência de oferecer acesso gratuito como um primeiro passo para o sucesso.

Analisando os últimos 40 anos de sucessos em software a nível mundial, consigo identificar algo que é comum a todos os produtos que se tornaram referência: inicialmente, todos oferecem acesso gratuito. Nos anos 80 e 90, era até comum facilitarem cópias para que o produto se difundisse rapidamente. São disso exemplo: Lotus123, Dbase, Clipper, Autocad, DOS, primeiras versões do Windows, Word e Excel, entre outros.

Transpondo para os dias de hoje, verificamos que muitos dos softwares que se difundem rapidamente estão disponíveis na cloud, são de acesso gratuito, contam com formação gratuita e permitem que qualquer utilizador os possa experimentar em poucos minutos, sem necessidade de processos de instalação demorados e complexos.

Para dinamizar estes produtos de software, de forma a torná-los amplamente utilizados e reconhecidos, estas empresas utilizam estratégias o mais agressivas possível, de forma a reforçar o branding do produto. A este propósito, partilho algumas das possíveis abordagens:

Foto de Rawpixel em Freepik

Marketing e branding

Investir em campanhas de marketing digital e destacar os principais benefícios do software e a formação gratuita ou experimentação online grátis pode ser um primeiro passo. Mas as possibilidades continuam: criar campanhas de captação de novos formandos para todos os mercados importantes (Google Ads); criar canais de divulgação (YouTube) para difundir esse novo produto de software; ou captar as pessoas mais influentes nas redes sociais, convidando-as a participarem em vídeos de divulgação.

Ter o cuidado de planear os vídeos, de forma a não obter um resultado contrário, também é importante – através de demos controladas, para não deixar que o influencer faça testes online ad-hoc. Investir num site apelativo que permita o acesso a formação gratuita e aquisição de planos, apresentação de casos de sucesso, bem como captação de parceiros B2B, que multipliquem a força de vendas.

Recolher casos de estudo, testemunhos e histórias reais de sucesso para dar credibilidade ao produto funciona igualmente como ótimo trunfo de reputação e reconhecimento.

Parcerias estratégicas

Este ponto inclui estabelecer parcerias com o maior número de instituições de ensino especializadas na área, para promover formação online que permita a utilização e experimentação do maior número de alunos e professores de forma gratuita. Inclui ainda colaborar com empresas de renome e oferecer a integração desse produto de software com soluções corporativas e, com isso, aumentar a sua abrangência e visibilidade.

Foto de Rawpixel em Freepik

Rede internacional de revendedores

Aqui, a estratégia passa por focar em empresas multinacionais de grande e médio porte que necessitem desse produto de software para revender aos seus clientes. Fazer campanhas massivas de angariação de novos parceiros que não só recomendem, mas sejam potenciais revendedores deste produto de software, é o caminho a trilhar.

Presença em eventos e conferências

Participar ativamente em conferências de tecnologia, organizar webinares e workshops para dar a conhecer a potenciais utilizadores os benefícios e recursos deste sistema são estratégias eficazes. Garantir a presença deste software inovador em todos os eventos da área (através de apresentações, demonstrações ao vivo, etc.), para que passe a ser lembrado facilmente, também.

Foto de Rawpixel em Freepik

Modelo de preço

Adotar um modelo de preços flexível – oferecendo diferentes níveis de assinatura para atender às necessidades variadas dos utilizadores, permite que todos possam aderir e utilizar o software, premiando a filosofia do utilizador pagador, mediante limite de número de registos, utilizadores ou nível de complexidade. Oferecer uma versão gratuita para permitir o acesso a funcionalidades básicas, e assim atrair utilizadores e incentivá-los a subscrever planos pagos, é outra possibilidade.

Comunidade e suporte online

Neste ponto, sublinho a importância de criar uma comunidade online para os membros partilharem experiências, dicas e participarem em conferências, reuniões e podcasts sobre o tema. Outras ideias passam por oferecer suporte técnico robusto à comunidade para garantir a satisfação dos utilizadores e resolver rapidamente qualquer dúvida ou problema – e ainda criar um plano que recompense os membros mais ativos ou responsáveis pela indicação de novos utilizadores que adiram a planos pagos.

Foto de Jannoon028 em Freepik

Melhoria contínua

Investir em pesquisa e desenvolvimento para manter o software atualizado com as últimas tecnologias e tendências é fundamental neste ponto. Também o é dar prioridade à usabilidade do sistema e à ausência de erros; implementar um procedimento de melhoria contínua e simplificação de processos; e lançar atualizações regulares com novos recursos e melhorias com base no feedback da comunidade de utilizadores.

Após 40 anos de experiência nesta área, estas são algumas das ideias e estratégias que consegui identificar. No final, o mais importante de tudo, será sempre dar a conhecer, ao maior número de pessoas possível, as vantagens deste novo software inovador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twelve + 9 =