Epic Speaker Summit: “Carreiras do futuro estarão na interseção entre humanidade e tecnologia”

Foto de The Epic Talent Society

A consultora estratégica de talento, The Epic Talent Society, realizou o seu primeiro evento, a Epic Speaker Summit, onde se discutiu o futuro das carreiras profissionais e as competências necessárias para o sucesso das organizações. O encontro destacou a importância da interseção entre a humanidade e a tecnologia no contexto da urgência da sustentabilidade.

Segundo os especialistas presentes na Epic Speaker Summit, as oportunidades e desafios no mundo do trabalho indicam que as carreiras do futuro surgirão das áreas da sustentabilidade, tecnologia e luxo. As competências mais procuradas estarão relacionadas com as estratégias de impacto social das empresas e com a empatia humana, que pode trazer valor às equipas.

Durante o evento, vários oradores partilharam as suas perspetivas sobre as carreiras e competências de fronteira. Foi destacado que, embora as possibilidades futuras possam gerar falta de direção para profissionais e organizações, é crucial investir nas áreas certas para encontrar novos caminhos no mundo do trabalho e enfrentar desafios atuais, como a escassez de talento.

Tiago Forjaz, fundador da The Epic Talent Society, afirmou: “Quando falamos do futuro do trabalho, as pessoas tendem a entender que esse desafio é mais longínquo do que realmente é, e, na verdade, esse futuro é já amanhã”. Por esse motivo, salientou, é preciso mudar a perspetiva e aproximar esses desafios para uma fronteira entre o presente e o futuro. Além das competências humanas, que podem ou não estruturar-se em carreiras, “existem skills e protocolos de trabalho libertadores de potencial humano. Técnicas e protocolos como o improviso são um bom exemplo disso “

No que diz respeito às carreiras do futuro, a sustentabilidade foi abordada não apenas na perspetiva da necessidade de implementar ideias que tornem os negócios mais sustentáveis, mas também no desafio que a mobilidade representa para as cidades em constante crescimento. A importância de uma boa estratégia de cibersegurança para proteger os ativos empresariais contra ataques cibernéticos foi destacada, assim como a exploração do potencial de recursos tecnológicos, como dados e inteligência artificial, para benefício comum. A área do luxo também foi abordada, enfatizando a mudança de paradigma na construção de produtos exclusivos de qualidade cada vez mais diversificados.

A componente humana e as “competências de fronteira” foram enfatizadas como fundamentais para os profissionais enfrentarem a vida e as organizações. Foram abordados temas como a inclusão e diversidade, o impacto social gerado a partir dessas práticas, a normalização dos problemas de saúde mental e o valor da empatia no mundo do trabalho.

Os oradores também falaram sobre habilidades subjetivas que estão ganhando peso no mercado, como o improviso e a consciência. Essas habilidades derivam da necessidade de conexão do indivíduo com seus sentimentos e objetivos, a fim de ter confiança e habilidade para lidar com eventos inesperados.

A partir das áreas e competências discutidas na Epic Speaker Summit, surgirão novas carreiras e formas de funcionamento das organizações. Essas mudanças não só exigirão adaptações nas estruturas de talento, mas também levarão os profissionais a repensar suas carreiras para acompanhar a evolução do mercado. Com a missão de “Libertar talento”, a The Epic Talent Society busca ajudar empresas e indivíduos a navegar no mundo do trabalho cada vez mais dinâmico, ao mesmo tempo em que promove uma nova mentalidade na gestão dos recursos humanos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

four × 3 =