Formação em Cibersegurança para capacitar novos profissionais

Imagem de VIN JD por Pixabay

Bootcamp sobre cibersegurança arranca a 16 de novembro. Candidaturas, para quem pretende ingressar numa das carreiras mais promissoras do setor tecnológico, estão abertas até dia 9 de novembro.

Os ataques cibernéticos são considerados, cada vez, ameaças à integridade das organizações. A procura de profissionais nesta área tem sido uma das prioridades das empresas. Atenta a este contexto, a Ironhack, escola líder de formação em tecnologia, tem um novo curso intensivo de cibersegurança, que pretende capacitar profissionais, com ou sem experiência anterior no setor das TI, e dar resposta à intensa procura verificada no mercado por talento especializado.

“Vivemos numa era em que o cibercrime tem vindo a ganhar terreno a uma velocidade preocupante. A única forma de o travarmos a tempo é formando talento especializado que esteja focado em inverter a tendência”, começa por explicar Munique Martins, responsável pelo campus de Lisboa da Ironhack. “Num mundo baseado em redes, é imprescindível ter uma força de trabalho que o proteja. Por isso, esta é, sem dúvida, uma indústria que abre portas a inúmeras oportunidades de carreira”, acrescenta.

Empresas e governos um pouco por todo o mundo enfrentam ataques cibernéticos diariamente, sendo que o número de especialistas capazes de lhes fazer frente é insuficiente. De acordo com dados da publicação Cybersecurity Ventures, prevê-se que as posições por preencher na indústria da cibersegurança cresçam até 350%, de 1 milhão em 2013 para 3,5 milhões em 2021. Destas, mais de 400.000 serão na Europa.

Perante esta realidade, o bootcamp da Ironhack apresenta-se como uma opção eficaz para, em apenas 3 meses, adquirir o know-how técnico para singrar numa área muito requisitada, que regista uma taxa de desemprego de 0% e oferece salários competitivos.

“Este bootcamp foi pensado com o mote ‘tudo o que precisas de saber, mas só o que precisas de saber’, o que significa que nos concentramos em preparar os nossos alunos para dominarem as competências essenciais, facilitando a transição para o mercado de trabalho”, sublinha Munique Martins. O curso será lecionado num formato 100% remoto, com a mediação de um professor. Estarão disponíveis materiais de apoio ao estudo e todas as dúvidas poderão ser esclarecidas no momento através dos vários canais de comunicação da comunidade Ironhack.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

four × five =