Mobilidade Elétrica: 7 dúvidas sobre carregadores domésticos

Foto de Jack S. em Pexels

Os aumentos dos preços dos combustíveis fósseis, a par de uma maior preocupação ambiental, têm levado muitos consumidores a optar pela mobilidade elétrica. No entanto, a aquisição de um carro elétrico muitas vezes é adiada ou evitada por dúvidas relacionadas com o carregamento do veículo.

Neste artigo, a ChargeGuru, especialista na instalação de carregadores para carros elétricos na Europa, responde às sete perguntas mais frequentes sobre o carregamento em casa, utilizando wallboxes.

Embora o nome Wallbox esteja associado à empresa espanhola que, em 2019, criou o primeiro carregador bidirecional do mundo para o segmento residencial, o nome acabou por se aplicar aos sistemas de carregamento inteligente, independentemente da marca que as produz ou comercializa. Assim, as wallboxes são carregadores para veículos elétricos, com tecnologia de ponta, que são fixados na parede e alimentados por corrente monofásica ou trifásica.

Quais são as vantagens de instalar uma wallbox em casa?

Existem vários métodos para carregar o seu carro, mas o carregador doméstico é sem dúvida o mais simples. Uma wallbox permite carregamentos até 22 kW em sua casa. O mais comum atualmente, são os carregadores de 7,4 kW ou 11 kW que permitem carregar veículos 100% elétricos numa noite. Se tiver uma tarifa bi-horária, poderá agendar o carregamento para as horas de vazio, e dessa forma beneficiar da tarifa elétrica mais baixa.

Foto de Ed Harvey em Pexels

Carregar de forma segura

Não é recomendado carregar com uma tomada schuko “clássica”, porque esta não foi desenvolvida para o carregamento de carros elétricos, durante várias horas. Segundo a DGEG, todos os dispositivos de carregamento devem ter um circuito elétrico dedicado, e serem protegidos com uma proteção de corte e uma a proteção diferencial. Nesse sentido deve sempre procurar um instalador certificado, para ter a garantia de carregar de forma segura.

Conectividade e funcionalidades das wallboxes

Existem hoje no mercado carregadores que têm conectividade com Bluetooth, Wi-Fi e aplicação para smartphone. Desta forma pode programar facilmente os seus carregamentos e ter acesso a dados de consumo, controlar o acesso ou selecionar a potência de carregamento, entre outras.

Uma funcionalidade que poderá ter em conta, no momento de aquisição é o balanceamento de cargas, pois permite uma gestão da energia do carregador em função da potência disponível em casa. Desta forma, não precisa necessariamente aumentar a potência contratada da casa.

Qual é a melhor wallbox do mercado?

Não existe verdadeiramente uma wallbox melhor que as outras. O carregador ideal nem sempre é o mais caro ou o mais potente. A melhor opção é a que está mais adaptada para as suas necessidades. Existem várias marcas, potências, especificidades. Os especialistas de instalação podem ajudá-lo na escolha do melhor carregador para o seu carro.

Foto de Rathaphon Nanthapreecha em Pexels

Quais são as exigências para instalar uma wallbox em casa?

Segundo o Guia Técnico das Instalações Elétricas para a Alimentação de Veículos Elétricos da DGEG, a instalação de um carregador deve estar conforme diversas orientações. Por isso, é importante garantir que escolheu o parceiro exato para realizar a sua instalação e que dispõe de potência contratada suficiente para o carregador. Nem sempre é preciso efetuar alterações na sua instalação elétrica, no entanto pode ser necessário.

Qual a potência contratada necessária para instalar um carregador em casa?

A potência contratada necessária para instalar um carregador irá depender da potência do próprio carregador. Por exemplo, para poder instalar um carregador de 7,4 kW, precisa no mínimo de uma potência contratada de 10,35 kVA.

No entanto, por vezes, pode não ser suficiente porque irá ter outros equipamentos elétricos ligados em sua casa enquanto realizar o carregamento do seu veículo. Uma solução poderá ser instalar um sistema de balanceamento de cargas, que falámos acima.

E se vive num prédio, pode ter uma wallbox?

Segundo o Decreto-Lei n.º 90/2014, pode instalar um carregador para alimentar o seu veículo elétrico. No entanto, esse projeto carece sempre de uma comunicação prévia à administração do condomínio e deve ser realizada em conformidade com as normas do condomínio.

Foto de Erik Mclean em Pexels

Quanto custa instalar um carregador doméstico?

O preço para a instalação de uma wallbox irá variar em função da complexidade do projeto. Por exemplo, a distância de cabo entre o quadro elétrico e o carregador é um dos fatores que irá influenciar o preço.

Quais são os pontos de críticos numa instalação para frotas de empresa?

Há três pontos que deve ter em atenção quando instala mais do que um carregador, na mesma instalação elétrica.

– Perícia: Existe uma variedade de normas, marcas, potências, funcionalidades e configurações no mercado. Escolha uma empresa instaladora com experiência no setor e que tenha a capacidade de aconselhá-lo sobre a solução mais adaptada às suas necessidades.

– Gestão da operação dos carregadores: Porque depois de instalar, também é preciso gerir os carregadores.

– Solução preparada já para o futuro: quando chegam os primeiros carros elétricos numa empresa, por vezes, nem sempre se pensa numa solução expansível. Mas para que não tenha custos adicionais no futuro, é importante prever a expansão da sua frota.

Um último conselho, não se esqueça de prever a manutenção dos equipamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

18 − eight =