OCDE: Desemprego entre os jovens atinge o nível mais baixo da história

Foto de Drazen Zigic no Freepik

O número de desempregados na OCDE baixou para 33 milhões, chegando muito perto do seu ponto mais baixo atingido em julho de 2022. Desses desempregados, 10,2% são jovens, o que corresponde ao valor mais baixo, registado para essa faixa etária desde 2005.

A taxa de desemprego na zona OCDE manteve-se em 4,8% em abril de 2023 pelo terceiro mês consecutivo. No conjunto dos países membros da organização, auditados nesta pesquisa, em abril de 2023 o valor mensal permaneceu inalterado em 10 países, diminuiu em outros 14 países e aumentou nos restantes 9.

Em Portugal, o desemprego desceu para uma taxa de 6,8% em abril, abaixo dos 7% em março. Um valor baixo, quando comparado à média da última década, mas ainda distante do mínimo histórico de 5,1% em janeiro de 2001.

Relativamente ao desemprego entre os jovens, Portugal também registou uma descida de um ponto e meio percentual, cifrando-se a taxa de desemprego de jovens entre os 15 e os 24 anos em 18,3% em abril, quando em março era de 19,8%. No caso do desemprego jovem Portugal faz parte do grupo de países europeus com as maiores reduções, juntamente com a Suécia, Noruega, República Checa e Itália.

Na zona euro, a taxa de desemprego diminuiu ligeiramente, atingindo um novo recorde de 6,5% em abril de 2023. A taxa de desemprego permaneceu estável ou diminuiu em quase todos os países da zona euro, exceto Áustria, Estónia, Finlândia e Grécia. No entanto, ainda permaneceu significativamente acima de seu nível mais baixo na Espanha, Grécia, Lituânia e Luxemburgo.

As taxas de desemprego para mulheres e homens permaneceram globalmente estáveis, em 5,0% e 4,6% respetivamente, assim como a taxa de desemprego para trabalhadores com 25 anos ou mais.

Fora da Europa, nos países da OCDE como Coreia do Sul, Estados Unidos, Israel e Japão registraram uma queda na taxa de desemprego em abril. Por outro lado, ela aumentou na Austrália, Colômbia e México.

No caso particular dos Estados Unidos, dados mais recentes mostram que a taxa de desemprego nos Estados Unidos voltou a subir para 3,7% em maio, após 3,4% em abril de 2023, mas esse comparativo com os restantes países da OCDE ficará para o próximo estudo, quando se fizer o comparativo com os dados estatísticos referentes a maio, dos 38 países membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico que agrega os países ocidentais mais desenvolvidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

15 + 10 =