4 Papéis Essenciais de um Líder

Foto da autora
Foto: Fátima Gonçalves - CEGOC

Numa era em que o mundo se transforma a uma velocidade inimaginável, em que o conhecimento está disponível e acessível para todos e em que o que funcionava antes pode ter deixado de produzir resultados, como definir o papel do líder? 

O que todos sabemos é que o líder terá de continuar a conduzir a sua equipa de forma a alcançar resultados extraordinários de modo consistente e sustentável. No entanto, a questão que se coloca é: como fazê-lo?

De acordo com o modelo apresentado pela FranklinCovey, os líderes desempenham 4 Papéis Essenciais que são altamente preditivos do sucesso:

1 – Inspirar Confiança

Ser um líder confiável a quem as pessoas escolham seguir – um indivíduo com caráter e competência. A confiabilidade do líder é a sua credibilidade, que vem da combinação do Carácter, faz o que diz que faz com uma agenda clara; e da Competência demonstrada pelos resultados que alcança. A confiança é um ativo fundamental nas organizações, passível de ser mensurado através dos “impostos” ou “dividendos” que pode gerar nas organizações.

2 – Criar a Visão

O líder cria uma visão para onde pretende ir, porquê e como vai lá chegar. Partilha a visão e estabelece a ligação com um propósito inspirador para a equipa, e com isso estimula os colaboradores a encontrarem o significado no que fazem para além de cada tarefa, o que é particularmente significativo em tempos mais conturbados.

Se o propósito for claro e envolvente, as pessoas oferecerão voluntariamente os seus melhores esforços.” Stephen R. Covey

3 – Executar a Estratégia

A execução da estratégia implica o alinhamento dos sistemas e a execução de quatro disciplinas:

  • 1. focalizar-se no que é verdadeiramente importante e crítico;
  • 2. atuar sobre as medidas críticas que funcionam como alavanca;
  • 3. criar um scoreboard convincente e envolvente;
  • 4. criar uma cadeia de responsabilização.

Para a concretização deste papel, o líder terá que, de forma consistente, com e através das pessoas, colocar o focus no alinhamento e na disciplina e de forma a concretizar os resultados preconizados com a visão. C. Mcchesney, autor das 4 Disciplinas de Execução, defende que “há sempre mais boas ideias do que capacidade para as executar”.

“Todas as organizações estão alinhadas para obter os resultados que obtêm.” Arthur W. Jones

4 – Ser Coach do Potencial

O líder inspira e faz emergir o potencial e o talento dos elementos da sua equipa de modo a incrementar a sua performance e desenvolver o seu potencial. Para este efeito, podemos apelar aos ensinamentos do coaching e integrar as suas principais ferramentas, mas, sobretudo, na base terá de haver o mindset e a atitude de quem tem como intenção fomentar o desenvolvimento dos outros.

Em síntese, na sequência do exposto poderíamos dizer que o líder cria uma cultura, na qual cada membro da equipa pode dizer e sentir que realiza um trabalho com significado e valor, numa equipa ganhadora e num ambiente de confiança.

Ser líder de equipas não é, porventura, uma missão fácil, mas é certamente um desafio aliciante e motivador!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

eighteen + seventeen =