5G abre caminho para o metaverso

Foto de Michelangelo Buonarroti em Pexels

Os utilizadores de 5G gastam em média mais uma hora por semana em serviços relacionados com o metaverso, segundo o maior estudo já realizado neste segmento de consumo. Jogos em mundos virtuais e Realidade Aumentada (AR) são o tipo de serviços mais utilizados.

À medida que o 5G alarga o seu espaço no mercado, o último estudo desenvolvido pela Ericsson – e também o maior estudo global levado a cabo pelo setor até à data – sublinha o compromisso crescente dos consumidores com esta tecnologia e as suas expetativas em casos de uso da próxima geração.

O relatório “The Next Wave”, preparado pela Ericsson ConsumerLab, aborda o impacto que o 5G teve nos primeiros consumidores, além de avaliar a intenção dos não-assinantes em adotar a tecnologia, bem como as suas expectativas. O documento prevê que pelo menos 30% dos utilizadores de smartphones pretendam efetuar uma assinatura de 5G no próximo ano.

Através da análise aos dados da Ericsson, correspondentes aos lançamentos do 5G desde 2019, juntamente com os resultados deste inquérito aos consumidores, foi possível identificar seis tendências-chave com impacto na próxima geração de utilizadores 5G.

Este abrange as mudanças comportamentais desencadeadas pela integração de serviços digitais em planos 5G pelos prestadores de serviços de comunicações – particularmente, o aumento da utilização de aplicações melhoradas de vídeo e de Realidade Aumentada (AR). 

O 5G: The Next Wave aborda também a velocidade da adoção de 5G em geral, verifica se as exigências dos consumidores estão a ser satisfeitas, bem como as mudanças relacionadas com 5G no comportamento dos smartphones – e o seu impacto no tráfego de rede.

Foto de Tima Miroshnichenko em Pexels

Mais de 49.000 consumidores em 37 países foram entrevistados na pesquisa – o maior inquérito global ao consumidor relacionado com o 5G na indústria até à data e o maior estudo ao consumidor conduzido pela Ericsson sobre qualquer tema. O âmbito deste trabalho é representativo das opiniões de cerca de 1,7 mil milhões de consumidores em todo o mundo, incluindo 430 milhões de assinantes de 5G.

“A escala da pesquisa dá-nos uma visão autêntica das opiniões e atitudes dos consumidores em relação ao 5G. O relatório mostra que a próxima geração de potenciais utilizadores 5G tem expetativas diferentes da tecnologia, em comparação com os primeiros utilizadores. Globalmente, os consumidores veem o envolvimento com 5G como uma parte essencial dos seus estilos de vida futuros”, explica Jasmeet Singh Sethi, Chefe da Ericsson ConsumerLab.

“É interessante notar que o 5G está a emergir como facilitador para os primeiros utilizadores abraçarem serviços relacionados com o metaverso, tais como socializar, jogar e comprar itens digitais em plataformas de jogos virtuais e interativas 3D. A quantidade de tempo gasto em aplicações de realidade aumentada por utilizadores 5G também duplicou nos últimos dois anos, em comparação com os utilizadores 4G”, acrescenta.

O relatório prevê que os consumidores 5G com experiência na utilização da funcionalidade de realidade alargada (XR) serão provavelmente os primeiros a abraçar futuros dispositivos, uma vez que têm uma perceção mais positiva quanto ao potencial dos óculos de realidade mista. Metade dos utilizadores 5G que já utilizam semanalmente serviços relacionados com XR consideram que as aplicações AR passarão dos smartphones para os auscultadores XR nos próximos dois anos, em comparação com um terço dos consumidores 4G.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

3 × 3 =