Competências interpessoais são fundamentais em momentos de tensão

Foto de Yan Krukov em Pexels

Falhas de comunicação, pouco espaço para o debate ou dificuldades na gestão de tempo são algumas das causas de conflitos nas equipas. Com a crescente complexidade de projetos, é essencial que as organizações e os colaboradores invistam em competências que lhes permitam gerir da melhor forma os desafios interpessoais que surgem.

“Neste sentido, a gestão de conflitos assume-se como uma soft skill fundamental a desenvolver, tanto por colaboradores mais novos como por especialistas senior e team leaders. Uma má resolução de momentos de stress representa quebras na produtividade e engagement dos colaboradores com os resultados, o que, segundo um estudo da Kauth em 2020, pode custar 359 mil milhões de dólares às organizações”, explica Mariana Salvaterra, General Manager da Zühlke em Portugal.

Para promover uma cultura que acolha toda a partilha, a consultora tecnológica Zühlke partilha com os leitores do Empreendedor três conselhos para que todos os especialistas cooperem de forma positiva nos momentos de stress da equipa.

1 | Abrir espaço para o debate

A escuta ativa e a partilha dentro de limites definidos são essenciais para conhecer as ideias ou preocupações de todas as partes envolvidas na discussão. Cada especialista tem o seu ponto de vista e opinião sobre o tema e todos devem ser igualmente válidos para o debate. Com um ambiente que promove esta partilha sem receios mas com respeito por cada participante, é possível fomentar a adesão da equipa à conversa e aprender com todos.

Foto de Yan Krukov em Pexels

2 | Envolver a equipa na resolução do problema

Com diferentes experiências e conhecimentos, todos os especialistas trazem algo único e de valor à equipa. Assim, quando surge um problema que afeta o trabalho em conjunto, é importante envolver todos os elementos da equipa na procura por soluções. Além de promover a comunicação e o debate entre a equipa, valorizam-se os seus inputs em igual medida na procura pelo caminho a seguir, sempre em conjunto.

3 | Desenvolver coaching mindset e formação

O talento é o maior bem da organização e é no seu desenvolvimento profissional e pessoal que se deve investir continuamente. Orientando o mindset e a forma de trabalho para as Pessoas, os team leaders e especialistas em posições senior conseguem elevar as suas competências de comunicação e gestão de conflitos, reconhecendo o valor das sugestões e partilhas dos colaboradores e encontrando a melhor solução para o desafio que enfrentam. No mesmo sentido, as competências interpessoais e de comunicação são cada vez mais importantes para auxiliar um bom desempenho, um bom ambiente de trabalho e excelentes resultados. Por isso, é fundamental investir na formação de todos os colaboradores sobre as melhores práticas na gestão de conflitos que surgem.

Com foco nesta temática, a Zühlke organizou, no passado dia 18 de novembro, na cidade do Porto, uma palestra e um momento de networking para especialistas seniores em tecnologia. O evento “Meshing Minds: Navigating Conflicts in a Team” reuniu cerca de 40 profissionais de diferentes nacionalidades para debater a importância de todos os colaboradores desenvolverem, continuamente, as suas competências de comunicação, gestão de conflitos e trabalho em equipa, de modo a alcançarem os melhores resultados em equipa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

2 × two =