From Start-to-Table e Zomato Portugal juntam-se em laboratório de restauração

Foto de website de From Start to Table / Startup Lisboa

Startup Lisboa lança 4ª edição do From Start-to-Table e promove parceria com a Zomato Portugal para criação do primeiro laboratório de dados abertos do sector para identificar tendências na restauração.

O programa de aceleração da Startup Lisboa para negócios ligados ao ecossistema da restauração, lançou a quarta edição com um laboratório dinâmico, em parceria com a Zomato. O Zomato Lab permitirá aos participantes o acesso privilegiado à informação do mercado da restauração.

O Zomato Lab vai permitir aos empreendedores do programa identificar de forma mais rápida algumas tendências do setor e disponibilizar uma série de métricas muito relevantes, referentes ao comportamento de um universo de 40 mil restaurantes e de mais de um milhão de utilizadores, da startup há mais de sete anos no mercado.

A Zomato disponibilizará ainda um conjunto de sessões temáticas de tópicos imprescindíveis para a restauração do futuro, nomeadamente a nível de reservas, entregas, comunicação e fidelização no contexto digital. Para além disso, a equipa da Zomato vai acompanhar as equipas e respetivos processos em tempo real através de sessões one-on-one com os participantes.

Esta será a quarta edição do programa que, desde 2018, já acelerou mais de 70 projetos inovadores em duas grandes categorias: Tecnologia para Restauração e Novos Conceitos de Restauração e Produtos de Food & Beverage Sustentáveis. As candidaturas estão abertas até ao dia 3 de outubro no site do programa e os vencedores de cada uma das categorias ganham 10 mil euros.

Ao longo de oito semanas, os empreendedores dos projetos selecionados vão trabalhar na prototipagem e validação do seu produto e terão também acesso a especialistas, mentores  e investidores do setor. Entre estes estão representantes de players centrais do ecossistema da restauração em Portugal que são fundamentais para a concretização do programa, entre eles a Delta Cafés, Sociedade Central de Cervejas e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal.

Podem candidatar-se ao From Start-to-Table pessoas ou empresas (constituídas há menos de cinco anos), portuguesas ou estrangeiras, que tenham um projeto de tecnologia para a restauração ou novos conceitos – sejam eles de restauração ou produtos – alinhados com objetivos de sustentabilidade. Numa primeira fase, os projetos pré-selecionados serão apresentados a um júri que deverá selecionar até 20 equipas finalistas. O programa deverá ocupar, em média, três dias por semana em regime de full-time e híbrido (com a maioria das sessões online e algumas presenciais) e não tem qualquer custo para os participantes.

Ao longo das três últimas edições, o programa contou já com mais de 350 candidaturas, de mais de 30 países, e foi responsável pela aceleração de mais de 70 projetos e negócios. A última edição, para lá de empreendedores nacionais, contou ainda com a participação de empreendedores de dez países: Angola, África do Sul, Alemanha, Áustria, Brasil, Espanha, EUA, Lituânia, Reino Unido e Venezuela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twenty − 16 =