Como obter cartão de crédito em Portugal sendo cidadão estrangeiro?

Tirando um cartão de crédito da carteira
Foto de Emil Kalibradov no Unsplash

Ter um cartão de crédito fácil de aprovar é uma das muitas coisas que se procura ao começar a vida em outro país, já que na maioria das vezes, continuar usando um cartão estrangeiro não faz sentido por causa das taxas e da conversão da moeda, ainda mais quando estamos falando do euro, que é usado em Portugal.

Por isso a melhor opção a buscar quando se vai morar em outro país é procurar um cartão de uma emissora local, mas isso pode não ser tão simples como parece, já que como recém-chegados, não se possui muito com o que se comprovar algumas das exigências que são feitas para se ter um cartão.

Se você é como muitos brasileiros que estão pensando em se mudar para Portugal em busca de uma vida melhor, ou se até mesmo já está decidido a fazer isso, separámos para você algumas informações sobre o uso de cartões de crédito no país e como fazer para conseguir um.

Vamos ver a seguir tudo o que você precisa saber sobre cartão de crédito em Portugal.

mulher caminhando num jardim com luvas de inverno e de cartão de crédito na mão enquanto olha para o smartphone
Foto de Tim Douglas no Pexels

Cartão de crédito em Portugal: como funciona?

O cartão de crédito em Portugal funciona de maneira similar que no Brasil, ou seja, você compra agora e paga só depois, no vencimento da fatura. Mas existe uma grande diferença em relação ao uso do cartão de crédito entre os dois países.

Por mais que hoje existam mais opções de cartões de crédito fáceis de aprovar em Portugal, esse método de pagamento é muito menos popular que no Brasil, porque diferente daqui, eles não oferecem opções de parcelamento das compras.

O que os bancos permitem que seja parcelo é a fatura do cartão de crédito, mas essa opção – e isso sim é parecido com o Brasil – oferece juros extremamente abusivos a cada parcela.

Por isso, muitos portugueses não possuem cartão de crédito ou utilizam apenas em emergências.

Então ter um cartão de crédito em Portugal não vale a pena? Vamos ver a seguir.

vários cartões de crédito sobre uma mesa
Imagem de Alina Kuptsova por Pixabay

Quais as vantagens de ter um cartão de crédito em Portugal?

A principal vantagem de ter um cartão de crédito é sem dúvidas o adiamento do pagamento, que pode dar mais tempo para que você se planeje para realizá-lo.

Mas é preciso ter certeza que terá o montante necessário para pagar toda a conta quando ela vier para fugir dos juros sobre o parcelamento da dívida.

Além disso, muitos sites na internet em Portugal aceitam como pagamento apenas cartão de crédito por causa da segurança deste método de pagamento.

Ou seja, se você costuma fazer muitas compras em e-commerce, ter um cartão de crédito com certeza é vantajoso.

Um último motivo para se ter e utilizar o cartão de crédito são os programas de vantagens como cashbacks e milhas, que podem gerar vantagens e economia.

Uma boa parte dos cartões de crédito em Portugal não possuem anuidade, o que também conta como atrativo para se ter um.

Agora, se você se decidiu em ter um cartão de crédito em Portugal, vamos ver quais são as melhores maneiras de conseguir um.

mulher com computador portátil sobre uma mesa de cafetaria mostrando um cartão de crédito
Foto de Andrea Piacquadio no Pexels

Sou estrangeiro, como ter um cartão de crédito em Portugal?

Ser estrangeiro não é um empecilho para conseguir um cartão de crédito em Portugal, desde que você atenda a alguns requisitos.

A maior parte dos bancos físicos que emitem cartões de crédito pedem, além do passaporte, comprovante de residência, contrato de trabalho, comprovante de recebimentos e NIF (Número de Identificação Fiscal, um equivalente ao CPF brasileiro) e carta de residência.

Nem sempre quem vai morar em Portugal chega lá com toda essa documentação encaminhada. Existem maneiras de adiantar a emissão delas dando início a certos processos aqui no Brasil e finalizando ao chegar lá, mas essa opção muitas vezes é mais cara e pode não valer a pena.

Caso o cartão de crédito seja uma necessidade muito urgente e você não pode esperar para conseguir um, existe uma outra opção que talvez possa ajudar.

Assim como é no Brasil, as fintechs, instituições que unem serviços financeiros à tecnologia, ganharam um grande espaço no mercado europeu nos últimos anos. Por isso, há uma variedade de bancos digitais operando em Portugal e em toda a Europa.

O banco digital é uma maneira de conseguir um cartão de crédito fácil de aprovar sem tanta burocracia quanto é encontrado ao se tratar de instituições financeiras tradicionais.

Em muitas dessas empresas, tudo o que você precisa ter em mãos para abrir sua conta é um documento oficial de identificação, que pode ser seu passaporte de qualquer país.

Com o documento, não é preciso sequer se deslocar de casa, porque é possível abrir sua conta no aplicativo para smartphone do banco digital que você escolheu.

Alguns bancos digitais que possuem uma boa aceitação no mercado Português e Europeu são:

  • Wise;
  • N26;
  • Activo Bank;
  • Revolut.

Existem ainda outras opções e o ideal é analisar qual atende melhor àquilo que você busca em seu banco. Vale lembrar também que nem todos os bancos digitais oferecem cartões de crédito, é preciso consultar com o que você tiver escolhido.

vários cartões de crédito saindo no bolso das calças
Imagem de TheDigitalWay por Pixabay

É importante ressaltar que os limites para o primeiro cartão provavelmente serão baixos, já que é necessário que você construa um histórico de crédito e de rendimentos mais duradouro para que as instituições bancárias confiem em você o suficiente.

Ter um cartão de crédito em Portugal não é tão fácil como em outros destinos populares entre brasileiros no exterior, como os Estados Unidos, por exemplo. Mas com certeza existem cartões de crédito mais fáceis de aprovar e que podem atender as suas necessidades.

Vale a pena tentar obter um cartão de crédito em Portugal?

A pergunta se vale a pena se empenhar para conseguir um cartão de crédito em Portugal é difícil de responder de uma maneira objetiva, porque vai depender de alguns fatores.

Primeiro, como está a sua situação documental no país. Isso porque em grande parte dos casos é preciso um certo número de documentos para a aprovação e liberação do cartão.

Mas se você pretende recorrer a meios escusos para adiantar o processo, recomendamos veementemente que não faça isso.

É melhor contar com o dinheiro que está em suas mãos por um período um pouco maior de tempo do que correr o risco de fazer algo ilegal e ser extraditado e ter seu sonho de morar no exterior destruído.

Em segundo lugar, ter um cartão de crédito em Portugal só vale a pena se você tiver um bom controle sobre seus gastos e for fiel aos pagamentos mensais.

Os juros de uma conta parcelada são altíssimos e por isso é sensato que nunca se deixe de pagar o valor inteiro da fatura.

Caso você atenda a esses requisitos, não há motivos para temer buscar por um cartão de crédito fácil de aprovar em Portugal.

Gaste com moderação e boas compras!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

four × three =