Liderança: Antecipar comportamentos, intenções e necessidades dos colaboradores

Identifique os gatilhos que lhe permitem antecipar comportamentos, intenções e necessidades dos colaboradores para obter resultados de excelência nas equipa
Foto: Pixabay

Certamente já lhe ocorreu, como líder, confrontar-se com um colaborador ou equipa que não cumpriu um compromisso acordado ou com a responsabilidade por uma determinada ação como, por exemplo, a entrega de uma apresentação a clientes para a reunião do dia seguinte.

Perante essa situação poderá optar por agir de diferentes formas, porém a mais eficaz será começar por colocar algumas questões:

Comportamento

A primeira relaciona-se com o comportamento: “Qual o comportamento que estou a presenciar?”

O comportamento é a parte visível da tomada de decisão e das ações praticadas pelos colaboradores. Pode ser observado através dos sentidos: visto, ouvido e percecionado.

O Líder tem aqui uma oportunidade de ir para além deste primeiro nível de consciência e de passar à segunda pergunta:

Intenção

“Qual a intenção que está na base desse comportamento?”

Este nível de análise permite estabelecer uma comunicação com os vários gatilhos que potenciaram essa situação, de ir para além do visível e aprofundar as diferentes perspetivas presentes nesse contexto. Deste modo irá aceder às várias expressões verbais e não-verbais e terá acesso a um conjunto de informações adicionais que o levarão a descodificar a intenção que foi o motor desse comportamento.

Essa intenção pode a ser positiva se, por exemplo, o atraso na entrega da apresentação aos clientes estiver relacionado com a intenção de melhorar a qualidade do conteúdo dessa apresentação.

A partir dessa informação mais profunda, o Líder tem a possibilidade de aceder aos motores ou gatilhos que despoletaram esse comportamento. Entre esses motores estão Valores, Crenças e Convicções que dão forma à intenção revelada pelos colaboradores.

antecipe comportamentos, intenções e necessidades dos colaboradores para obter resultados de excelência nas equipa

Após estes dois primeiros níveis de consciência, o Líder estará em condições de colocar a terceira pergunta:

Necessidade

“Qual a necessidade que está na base dessa intenção positiva?”

As respostas que obtiver por parte dos colaboradores a essa questão, permitirão aceder a informações a um nível mais profundo, uma consciência de terceiro nível, que vai ao encontro das causas, comportamentos e intenções positivas que emergem nessa situação específica.

Um dos autores que durante mais tempo tem trabalhado esta temática das necessidades é Tony Robbins, que sistematizou num modelo das 6 necessidades humanas:

  • Certeza;
  • Incerteza;
  • Significado;
  • Conexão/amor;
  • Crescimento;
  • Contribuição.

Através deste modelo, o Líder poderá aceder às principais necessidades presentes na atuação de cada um dos colaboradores, para descodificar a intenção positiva do comportamento que observou.

A situação descrita tanto pode ocorrer no papel de líder, colaborador ou colega. Todo o comportamento corresponde a um objetivo e, enquanto líder, deverá ter consciência e curiosidade de descobrir a intenção positiva e as necessidades dos comportamentos dos colaboradores em cada situação, para que obtenha resultados de excelência das suas equipas e nos seus negócios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twenty − 9 =